Dinho Nascimento

Nasceu em Salvador, Bahia, em 1951, onde aprendeu a tocar berimbau e percussão nas “rodas de capoeira” e “manifestações de rua”. Estudou no Seminário Livre de Música da Universidade Federal da Bahia, participou de festivais estudantis e, no início dos anos 70 integrou o Arembepe, um grupo afro-rock com tempero baiano. Com o Arempebe foi para o Rio, depois São Paulo, conheceu o mundo artístico, profissionalizou-se músico, criou o berimbau elétrico e gravou dois compactos, disco com apenas duas faixas. Iniciou sua carreira solo já morando em São Paulo. Adepto das fusões musicais, o percussionista, compositor e cantor, capoeirista na essência, acrescentou novas sonoridades à música brasileira, especialmente ao fazer deslizar um copo na corda do berimbau para conceber a melodia do blues e ao criar seu berimbum, berimbau super-grave com corda de contra-baixo também citado na enciclopédia “Popular Music of the World” publicada por Richard P. Graham e N. Scott Robinson em Ohio, USA (www.nscotrobinson.com.br). Dinho Nascimento possui três CDs: BERIMBAU BLUES (que mereceu o X prêmio Sharp de Música em 1997), GONGOLÔ, lançado em 2000, dirigido por Ronaldo Rayol. Continue Lendo Continue lendo

Agenda

Álbuns